06 Feb 2017

A União Europeia avançou nas exportações de carnes no ano passado. Os números mais recentes do bloco, e que vão de janeiro a novembro, indicam alta de 25% nas vendas externas de carne suína e de 17% na bovina.

No setor de carne suína, o bom desempenho da União Europeia (28 países) se deve ao apetite chinês. As exportações totais do bloco de janeiro a novembro atingiram 3,8 milhões de toneladas.

Desse volume, 45% foram importados pelos chineses. Se somadas as compras de Hong Kong –339,2 mil toneladas–, o volume sobe para 54% de toda carne suína exportada pela União Europeia.

As exportações dos europeus para a China e Hong Kong somaram 2,08 milhões de toneladas, o dobro do volume exportado pelos Estados Unidos, pelo Canadá e pelo Brasil para a mesma região.

Japão, Coreia do Sul e Filipinas também são bons fregueses do europeus quando se trata desse tipo de carne.

Entre os europeus, um dos destaques é a Espanha, cujas produção e exportação têm se destacado nos últimos anos.

Fonte: Mauro Zafalon / Folha de SP