26 Jul 2016

O último boletim do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) trouxe um cenário favorável para os sojicultores do Estado. Segundo estimativa, na próxima safra (2016/17) deverá haver um ganho de 6,56% na produtividade, passando das atuais 49,7 sacas por hectare para 53,06. Também é previsto um aumento de área plantada de 0,28%, que sairá de 9,203 milhões de hectares para 9,229 milhões.
 
Em relação à área, o Nortão deverá ter o maior incremento (3,5%), passando de 277 mil hectares para 286 mil. Também haverá aumento nas regiões Noroeste (1,54%), Nordeste (0,94%), Centro-Sul (0,22%) e Sudeste (0,06%). O Médio-Norte, por outro lado, que concentrou a maior área plantada na última safra (cerca de 3,1 milhões de hectares) deverá ter uma pequena redução de 0,29%.
 
Sobre a estimativa de produtividade, a região Nordeste lidera com o maior incremento (12,63%). O Médio-Norte, segundo o Imea, terá aumento de 11,24% na produtividade, enquanto que na região Norte o incremento será de 7,%. Também estão previstos ganhos nas regiões Centro-Sul (6,12%), Noroeste (3,64%), Oeste (0,37%) e Sudeste (0,23%).
 
O Imea estima ainda uma produção 6,87% maior na próxima safra. Segundo o cálculo dos especialistas, Mato Grosso deverá produzir 29,3 milhões de toneladas da oleaginosa, ante uma produção de 27,4 milhões na última safra. 
 

Fonte: Agronotícias