05 Sep 2016

Os preços internos da soja recuaram nos últimos dias, voltando aos patamares observados em abril deste ano, quando a colheita estava sendo finalizada. Conforme colaboradores do Cepea, as expectativas de safras recordes no Brasil e nos Estados Unidos e a baixa liquidez no mercado doméstico foram os principais fatores de pressão. As quedas de preços preocupam sojicultores, tendo em vista o elevado grau de endividamento de alguns, ainda que em contexto regional, e a disponibilidade de crédito restrita.

Entre 26 de agosto e 2 de setembro, o Indicador da soja Paranaguá ESALQ/BM&FBovespa, referente ao grão depositado no corredor de exportação e negociado na modalidade spot (pronta entrega), no porto de Paranaguá (PR), recuou 2,3%, fechando a R$ 79,64/saca de 60 kg na sexta-feira, 2. A média ponderada da soja no Paraná, refletida no Indicador CEPEA/ESALQ, foi de R$ 75,72/sc no dia 2, 3% menor no mesmo período.

Fonte: Cepea