28 Sep 2016

As notícias para os produtores da região Nordeste do Estado não são boas. Segundo o boletim divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a região, assim como a Sudeste, deverá encerrar setembro com um índice pluviométrico abaixo do ano passado. No entanto, enquanto que em outubro a Sudeste deverá recuperar a "pluviosidade perdida", para a região Nordeste é previsto um novo déficit em comparação ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, segundo o Imea, os índices pluviométricos registrados nas principais regiões produtoras de soja em Mato Grosso até o momento têm contribuído para o início dos trabalhos no campo. A região Médio-Norte, por exemplo, que é a principal produtora do Estado, já apresenta uma previsão de pluviosidade em setembro superior ao mesmo período do ano passado e a média dos últimos cinco anos.

No Oeste e Norte houve "significativa melhora se comparada a setembro de 2015, quando não se registrou precipitação, prejudicando as localidades". De acordo com o instituto, as estimativas para outubro deste ano indicam uma boa perspectiva de chuva. "Mesmo assim os produtores até o momento seguem cautelosos devido aos problemas apresentados no ano passado", detalha o Imea.

Fonte: Só Notícias/Agronotícias