22 Sep 2017

A safra brasileira 2017 de café deverá ficar em 44,77 milhões de sacas de 60 kg. A área total cultivada no país deve alcançar 2,21 milhões de hectares, sendo 345,19 mil espaços em formação e 1,86 milhão de hectares em produção. As informações são da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Em Minas Gerais, a produção de café deverá ser 20,7% menor do que na safra 2016. O estado deverá colher 24,04 milhões de sacas de arábica e 334,1 mil sacas de conilon, totalizando 24,38 milhões de sacas.

Já a produção de conilon será de 10,71 milhões de sacas. A estimativa é de que a produtividade se recupere, depois dos últimos anos de escassez de chuvas. A área destinada para a espécie é de 427 mil hectares, sendo 45,35 mil em formação e 381,62 mil hectares em produção (89,4%).

No Espírito Santo, a queda na produção total deve ser de 1,5%. Fora a bienalidade negativa do arábica, entre as razões estão as condições climáticas desfavoráveis das lavouras de conilon em 2016 e a falta de mudas para plantio. A estimativa é de que o estado produza 5,9 milhões de sacas de conilon e 2,9 milhões de sacas de arábica, o que dá um total de 8,8 milhões de sacas.

Fonte: Cafe point