17 Aug 2016

O quadro dos 10 principais importadores de carne de frango nos sete primeiros meses de 2016 apresenta apenas uma diferença em relação ao apresentado no fechamento do primeiro semestre: o surgimento da Rússia na 10ª posição, ocupando lugar que era da Coreia do Sul e que, nesse período, reduziu suas compras em quase 20%.

Em outras palavras, do 1º ao 9º lugar os ocupantes permanecem os mesmos, tendo como líderes a Arábia Saudita, China e Japão. Mas quando às importações da China são somadas as compras de Hong Kong, constata-se que o mercado chinês permanece como o principal consumidor do frango brasileiro, com importações que, nesses sete meses, aumentaram 31% em volume e 42% em receita.

Mas o que chama a atenção – e deve ser motivo de preocupação – é a grande concentração das exportações em um diminuto número de importadores. Ou seja: mais de dois terços (68%) do volume exportado e da receita cambial obtida provêm de, apenas, uma dezena de importadores. Quer dizer: a maioria absoluta dos importadores – 124 países, 92,5% do total – responde por menos de um terço do volume e da receita. 

 

Fonte: Avisite