Preço do sebo bovino reage depois de seguidas quedas

18 Jul 2017

Após seguidas desvalorizações do sebo bovino em 2017, o produto apresentou alta no Brasil Central na semana passada.

O aumento foi decorrência da maior competitividade no setor de biodiesel, uma vez que a gordura animal é utilizada como substituto do óleo de soja na produção do combustível. O cenário de preços mais firmes no complexo soja, deu sustentação a esse cenário.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, no Brasil Central, o sebo está cotado, em média, em R$1,95/kg, sem o frete e livre de imposto.

Já no Rio Grande do Sul, o produto está cotado, em média, em R$2,05/kg, nas mesmas condições.

Para o curto prazo a expectativa é de que os preços sigam caminhando de lado.

Fonte: Scot Consultoria