21 Dec 2016

Poucos agentes estão ativos no mercado de algodão em pluma. Segundo pesquisadores do Cepea, a proximidade das festas de final de ano, questões fiscais, paradas de unidades de processamento e dificuldades em contratar transporte são os fatores que limitam as negociações interna no spot. Entre os poucos agentes ativos no mercado, destaca-se a presença de compradores.

Assim, para conseguir realizar novas aquisições, representantes de indústrias e comerciantes precisam elevar os valores de compra do algodão. Vendedores, por sua vez, estão firmes nos preços, atentos ao bom ritmo das exportações e à menor oferta de pluma neste ano. Entre 13 e 20 de dezembro, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias, referente à pluma 41-4, posta em São Paulo, subiu 0,9%, fechando a R$ 2,7510/lp nessa terça-feira, 20. Na parcial deste mês (até o dia 20), o Indicador acumula expressiva alta de 5,5%. 

Fonte: Cepea