Estoques de suco de laranja do Brasil caem 69%

10 Aug 2017

Os estoques físicos de suco de laranja disponíveis nas indústrias em 30 de junho de 2017, final da safra 2016/2017, somaram 107.387 toneladas do produto concentrado congelado a 66°Brix (FCOJ equivalente), segundo a Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR).

A entidade explica que o número levantado por meio de auditorias individuais e independentes, e posteriormente compilado por nova auditoria, representa uma queda de 69,45% em relação às 351.567 toneladas existentes na mesma data do ano anterior.

“Cabe salientar que este montante de estoque em 30 de junho de 2017 não é sustentável a longo prazo e configura montante em patamar inferior ao mínimo técnico necessário”, explica o diretor-executivo da CitrusBR, Ibiapaba Netto.

Ele calcula que diante desses dados e levando-se em conta a safra 2017/2018 estimada pelo Fundecitrus em 364,47 milhões de caixas de 40,8 kg, cerca de 50 milhões de caixas de 40,8 quilos de fruta fresca deverão ser destinadas ao mercado interno.

Descontado o mercado interno, estimativa é de que 314,47 milhões de caixas da fruta deverão ser processadas por associadas e não associadas à CitrusBR. 

A entidade observa que serão produzidas mais 30.676 toneladas de FCOJ equivalente a 66º Brix na safra 2017/2018 no Paraná e Rio Grande do Sul. As projeções oficiais são de uma safra de 7 milhões de caixas no Paraná e outras 1,17 milhão no Rio Grande do Sul. “A produção de ambos os estados é incorporada aos estoques paulistas, o que deve resultar em um total de 1.207.012 toneladas de suco produzido”, diz a CitrusBR.

 

Fonte: Globo Rural