02 Oct 2009

O Chip do Boi, desenvolvido pela gaúcha Ceitec, será testado neste mês em Minas Gerais. Os brincos serão aplicados em 500 cabeças de gado na Fazenda Santa Rita, em Prudente de Morais, município distante cerca de 50 km de Belo Horizonte. A fazenda da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) é a primeira a receber os chips. A previsão da Ceitec é testar 10 mil brincos em diversas regiões brasileiras.
O Chip do Boi foi desenvolvido no Design Center e será um dos produtos fabricados na planta de Porto Alegre a partir de 2010. O equipamento permite a rastreabilidade de dados sobre os animais eletronicamente. O brinco funciona como a identidade, reunindo informações como data de nascimento, vacinas recebidas e técnicas de manejo em um único sistema informatizado.

Fonte: Correio do Povo