14 Sep 2016

Apesar de o volume de café arábica desta safra ser superior ao da anterior, os preços da variedade estão firmes no mercado interno. Segundo pesquisadores do Cepea, os valores atuais vêm sendo sustentados pela retração de vendedores. Nas últimas semanas, rumores de que a florada da próxima safra brasileira de arábica seja novamente prejudicada também sustentaram os preços atuais. Entre 6 e 13 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 bebida dura para melhor, posto na capital paulista, se manteve estável, fechando a R$ 498,60/saca de 60 kg nessa terça-feira, 13.

Quanto ao robusta, o cenário brasileiro preocupa, já que as lavouras ainda sofrem com as altas temperaturas e falta de chuva. Nesse cenário, a oferta segue reduzida e os preços, em alta. Nessa terça-feira, o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6, peneira 13 acima, a retirar no Espírito Santo fechou a R$ 428,15/saca de 60 kg, ligeira alta de 0.35% frente à terça anterior.

Fonte: Cepea