02 Feb 2017

Os preços do café robusta têm caído no mercado doméstico, mesmo diante da baixa oferta da variedade. A pressão vem da ausência de compradores no mercado, tanto de indústrias quanto de exportadores. Segundo colaboradores do Cepea, diante dos elevados patamares de preços do robusta, muitos compradores têm buscado o arábica de menor qualidade. Nessa terça-feira, 31, o Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6, peneira 13 acima, fechou a R$ 474,08/saca de 60 kg, queda de 3,45% em relação à terça anterior.

Quanto ao arábica, as negociações seguem limitadas no Brasil, já que o interesse dos compradores se concentra em cafés de maior qualidade superior. Vendedores, por sua vez, têm negociado o arábica de maior qualidade apenas em patamares mais altos que os compradores estão dispostos pagar. Nessa terça-feira, 31, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 519,75/saca de 60 kg, queda de 1,57% em relação à terça anterior, 24.

Fonte: Cepea