Importadores de Israel têm interesse em comprar grãos, frutas e carnes

14 Dec 2016

Em visita à Israel, o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, reuniu-se nesta terça-feira (13) com diplomatas e importadores israelenses que querem ampliar as relações comerciais com o Brasil. Os israelenses manifestaram interesse em produtos como frutas, sucos, açúcar, soja, milho, além de carnes bovinas e de aves.

Novacki apresentou aos diplomatas e empresários de Israel as ações do Plano Agro+ do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que tem por objetivo reduzir a burocracia nos procedimentos internos do Ministério, o que contribui para maior interesse por produtos brasileiros.

"Demoras geram custos e comprometem o estímulo ao comércio, por isso, o Mapa tem atuado com energia, promovendo o ambiente ideal para o desafio do comércio internacional", afirmou Novacki, durante o encontro. Para estimular o comércio entre os dois países, algumas iniciativas como a promoção de feiras e encontros comerciais serão realizadas.

Segundo Novacki há uma expectativa de que, em 2017, um grande número de empresários brasileiros do setor agropecuário participe ativamente da Israfood, a maior feira de alimentos de Israel. "Será gratificante proporcionar aporte de alimentos para Israel e contribuir para baixar os preços aos consumidores, ao mesmo tempo em que gera renda e empregos no Brasil, atingindo benefícios para ambas as sociedades", disse o secretário executivo do Mapa.

A missão do secretário, em Israel, depois de visita ao Reino Unido, tem como um dos objetivos contribuir para ampliar ainda mais a participação do agronegócio nas exportações. Do encontro realizado na embaixada brasileira no país, participou a diretora executiva da Câmara de Comércio e Indústria Israel-Brasil, Silvia Brand.

Novacki também encontrou-se com o ministro Leo Vinovezki e com o embaixador Oren Bar-El, do Ministério das Relações Exteriores de Israel. Ambos dirigem Projetos para América Latina da Agência Israelense para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional. Dessa reunião, resultou o compromisso de avançar na cooperação bilateral, compreendendo transferência detecnologias, capacitação e fomento. O objetivo, do lado brasileiro é atender, principalmente, os pequenos e médios produtores rurais.

Fonte: MAPA