Plantio de pimentas

08 Jan 2018

Se tem algo muito comum na nossa gastronomia brasileira é o uso das pimentas. Foi por isso que hoje nós resolvemos escrever sobre como plantar pimentas. Existe uma grande variedade de pimentas por aí mas nem todas são fáceis ou comuns de serem plantadas.

Nós falaremos dos tipos de pimentas e do que é necessário para fazer uma plantação efetiva. Esse é um mercado que tem alguns concorrentes já embasados e dominadores mas que permite e dá brechas para novos produtores que utilizem as maneiras corretas e formas diferentes de venda e divulgação.

Se você quer empreender inovando e escolhendo uma área de sucesso, plantar pimentas pode ser o caminho. Basta que você tenha bastante dedicação, tenha conhecimento da área e trabalhe duro até se estabelecer.

Abaixo nós diremos o passo a passo de como plantar pimentas e isso já é um grande primeiro passo para que você comece o seu negócio. Primeiro vamos falar de pimentas, para que você fique familiarizado, depois te dizemos como plantá-las.

Espécies de pimentas mais cultivadas


Entre as inúmeras espécies de pimentas que a gente encontra por aí, algumas são as mais cultivadas e são as que recomendamos que você cultive também. Abaixo nós listamos cada uma delas dando as suas principais características, observe:

  • Capsicum annuum: É a espécie mais cultivada de pimenta do mundo. Entre as mais famosas estão a pimenta-de-caiena, pimenta-banana, pimenta-jalapenho, pimenta-thai, pimenta-chiltepon.
  • Capsicum chinense: É uma espécie nativa do continente americano e que tem frutos com um odor característico. Dessa espécie são as pimentas mais fortes, como a pimenta-de-cheiro, pimenta-murupi, pimenta-biquinho e outras.
  • Capsicum baccatum: Essa pimenta é facilmente caracterizada por causa das flores brancas. O interessante é que cada pétala da flor tem uma mancha esverdeada ou amarelada. Entre essa espécie estão a pimenta-dedo-de-moça, pimenta-chapéu-de-bispo, pimenta-pitanga e pimenta-cumari.
  • Capsicum frutescens: Essa espécie de pimenta tem os frutos que crescem de forma ereta. Entre ela estão a famosa pimenta-malagueta e a pimenta-tabasco.
  • Capsicum pubescens: Essas pimentas são caracterizadas pelas sementes escuras e por terem pelo nas suas folhas. É a mais difícil espécie para cultivo e entre ela está a pimenta Rocoto e a pimenta Manzano.
  • Solo ideal para plantar pimentas


    Quando você for pensar na plantação é importante que observe as características do solo. É importante que ele seja bem drenado, leve, rico em matéria orgânica e fértil. É importante que o pH esteja entre 5 e 8, já que é esse que as pimentas toleram. Para a Capsicum annuum, o pH ideal é entre 6 e 7,5, já para a Capsicum chinense o pH ideal é entre 5 e 6.

    Melhor clima para plantar pimentas


    No geral as espécies de pimenta preferem um clima quente, que esteja entre 16°C a 34°C. Elas são cultivadas normalmente em regiões tropicais e subtropicais. As pimentas da espécie Capsicum pubescens, no entanto, é melhor adaptada em regiões com temperatura abaixo de 26°C.

    O importante é que você saiba que as pimenteiras não se adaptam e nem resistem a temperaturas baixas e/ou geadas. Para que as pimentas cresçam melhor elas precisam estar expostas diretamente com o sol. Esse é o melhor tipo de condição para plantar pimentas.

    Cuidado com a irrigação


    Esse é um ponto muito importante sobre plantar pimentas. O solo precisa estar úmido então é necessário que a pimenteira seja irrigada frequentemente. A única coisa que você precisa se preocupar é em que o solo não fique encharcado, porque isso mataria a planta.

  • Como plantar pimentas?


    Você poderá plantar as sementes da pimenta diretamente no local definitivo onde as árvores vão ficar. O que muita gente faz, no entanto, é semear em copos, sacos plásticos, papel ou até em sementeira para depois colocar no lugar definitivo.

    O interessante é que as sementes fiquem em uma profundidade de 0,5 centímetros do solo. A duração da germinação é de 1 a 2 semanas, mas em alguns casos é possível que demore mais. No caso de semear em outros locais é preciso esperar que a muda chegue a altura de 8 a 10 centímetros para ser transportada para o solo.

    Espaçamento das mudas de pimenta

    O comum é que o espaçamento de uma muda para outra seja entre 20 e 60 centímetros com linhas de cultivos espaçadas de 60 a 120 centímetros. Só que esse valor pode variar de acordo com o porte da planta e com as condições em que ela foi cultivada.

    Tratos culturais da pimenta


    Para que você consiga plantar pimentas e que ela cresça de forma positiva é importante que você tome algumas medidas, chamadas de tratos culturais. Eles influenciam diretamente em uma boa plantação. Observe a seguir:

    • Em algumas plantações será necessário tutoramento para impedir que as plantas tombem. Para isso será preciso amarrar as plantas em estacas de madeira.
    • É essencial que você retire todas as ervas daninhas que estiverem na pimenteira – elas roubam os nutrientes da planta;

    Obs.: Uma coisa importante de você lembrar é que está trabalhando com produtos que ardem. Quando você precisar manipular os frutos, o melhor é que você use luvas. Caso manipule com a mão desprotegida tome muito cuidado para não tocar nos olhos, nariz ou boca. Para limpar as mãos o ideal é utilizar óleo e álcool. A água não funciona.

    Colhendo a pimenta


    O período ideal de colheita acontece entre 80 a 150 dias depois do plantio. Claro que isso varia de acordo com as condições de solo, clima e outros fatores. Você poderá retirar os frutos do pé com cuidado e armazená-los em caixotes. Se for bem cultivada as pimenteiras podem produzir bem por muitos anos.

Fonte: montarumnegocio.com