O clima mudou nos Estados Unidos. Chuvas fortes neste mês de maio. E isso contribuiu para o aumento dos preços dos grãos na bolsa de Chicago.

Os produtores brasileiros não poderiam esperar melhor noticia do que esta: elevação dos preços de soja e milho.

Teve geada no trigo, frio intenso na soja e milho plantado. Recebi fotografias mostrando vastas regiões inundadas no cinturão da soja e milho, chamado corn belt.

Não creio que essa alta do início deste mês de maio continuará, pois existe uma posição harmoniosa hoje entre a oferta, a procura e os estoques. Os analistas globais acreditam ser tanto um ano bom para quem compra, quanto para quem vende.

De qualquer maneira este efeito climático no maior cinturão produtivo de grãos do mundo, impactou os preços e promete maio como um ótimo mês para o fechamento das posições da soja, com 93% da consiga já feita.

Para o Brasil, com safra record e preços melhorando, perspectivas ainda mais positivas ficam, o que já sugerem um novo plantio da mesma forma positivo para o ano 2017/2018.